sexta-feira, 28 de março de 2008


O Bailinho nasceu como uma festa de verão e de bairro. Mas se reinventa em qualquer estação e local. Passando pela terceira casa de Ipanema, o projeto retoma um estilo de baile praticamente esquecido, onde a palavra de ordem é Suingue, sem a ditadura da exclusividade de gêneros musicais.
Convidados especiais, a cada domingo, agitarão a pista. Correio do amor, ‘biscoitos da sorte’, e outras surpresinhas dão um charme extra à festa.
Mesclando ritmos da atualidade com melodias antigas (porém inesquecíveis), os djs prometem surpreender através de incríveis seqüências musicais, mixagens inusitadas e delícias como Frank Sinando meninas a dançar o bom e velho ‘cheek to cheek’.
No Bailinho você vai ouvir de tudo.
Impossível ficar parado!
É só uma festa, acredite.
Mas tudo pode acontecer.
Vai perder?

2 comentários:

Máfia Mambembe disse...

" Se tens voz, canta; se tem braços,dança"

Eduardo disse...

Adorei o bailinho. Me jogo pro Rio só pro Bailinhoooooooooo!!!!